Linha de Apoio: 800 50 60 66 das 9h00 às 19h00
Nossos Balcões Denúncias

Unicâmbio prevê superar este ano lucro de 1,3 ME de 2019

2022-06-07 RTP
A Unicâmbio revelou hoje que prevê ultrapassar este ano o lucro de 1,3 milhões de euros de 2019, ano anterior à pandemia, e que as 32 lojas na Alemanha vão faturar 10 milhões de euros.
 
"Temos boas perspetivas para 2022, tudo se encaminha para isso [ultrapassar o resultado líquido de 2019], embora estejamos num ano de incerteza", disse o presidente do Conselho de Administração da Unicâmbio, Paulo Jerónimo, num encontro com jornalistas em Lisboa.
 
Além disso, o responsável pela portuguesa Unicâmbio, que celebra 30 anos de atividade, destacou o negócio que a empresa detém na Alemanha, onde opera sob a marca Ucambio, um "mercado 10 vezes maior que Portugal".
 
Em 28 de dezembro de 2021, a Unicâmbio anunciou que tinha aberto 32 lojas na Alemanha, numa operação em parceria com a Western Union, admitindo que mais poderiam ser abertas de futuro, disse, na altura, à Lusa o fundador e administrador Carlos Lilaia.
 
Segundo disse Carlos Lilaia em dezembro, a Unicâmbio foi convidada pela Western Union para abrir negócio fora de Portugal e escolheu a Alemanha, tendo aberto as 32 lojas entre outubro e novembro, aproveitando o elevado número de estrangeiros que aí trabalham.
 
Hoje, a empresa adiantou que a operação na Alemanha alcançará este ano o "breakeven" (ponto em que as receitas igualam a despesas), enquanto o retorno do investimento (`pay back`), que não revelou quanto foi, deverá ser atingido em 2024.
 
A rede de 32 balcões vai faturar 10 milhões de euros este ano.
 
Para Paulo Jerónimo, tratou-se de assumir uma "grande responsabilidade, num tempo de incerteza", sendo que a operação na Alemanha representa um salto qualitativo na internacionalização da empresa especializada no mercado de transferências de dinheiro e trocas cambiais.
 
A empresa liderada por Paulo Jerónimo, Carlos Lilaia, e Adriana Jerónimo, por seu lado, apresentou um lucro de 300 mil euros em 2021, após ter tido prejuízos de 1,3 milhões de euros em 2020, ano da pandemia de covid-19, quando um ano antes tinha contabilizado um lucro de 1,3 milhões de euros.
 
Na sequência da crise da pandemia, a Unicâmbio lançou-se em novos negócios, caso do comércio de ouro usado em Portugal, atividade que quer replicar na Alemanha, já que este país é uma referência a este nível.
 
"Este negócio tem potencial e estamos acima do que tínhamos previsto", realçou ainda o responsável.
 
Além do negócio do ouro, a Unicâmbio entrou na concessão crédito pessoal.
 
Para tal, a empresa de câmbios estabeleceu uma parceria com o BBVA para dar crédito pessoal aos seus clientes em Portugal até 5.000 euros.
 
Quanto ao número de empregados, a Unicâmbio tem atualmente 146 na Alemanha, 290 em Portugal, além de em Angola e Marrocos, somando um total de 450 trabalhadores.