Linha de Apoio: 800 50 60 66 das 9h00 às 19h00
Nossos Balcões

Unicâmbio fecha parceria com a Worldline e entra no mercado turístico chinês

2019-05-27 Jornal Económico
A Unicâmbio fechou uma parceria com a Worldline que a permite entrar no mercado turístico chinês. Esta parceria permitirá à empresa entrar na área de negócio da disponibilização de terminais de pagamento em estabelecimentos comerciais, e possibilita a aceitação de cartões internacionais e de pagamentos digitais, como por exemplo a Alipay, a maior plataforma de pagamentos móveis online no mundo, contando com cerca de 800 milhões de utilizadores.
 
 
A Unicâmbio, com esta parceria, passa a proporcionar um sistema inovador e de pagamento e leitura mais fácil dos cartões Alipay, com QR Code. “Os terminais disponibilizados terão um sistema inovador que permitirá a leitura dos cartões através de QR Code, facilitando o pagamento”, diz a Unicâmbio em comunicado.
 
“Esta funcionalidade vai criar uma grande oportunidade para os comerciantes. Através destes terminais POS, conseguem ter acesso ao mercado de turistas chineses, permitindo uma maior comodidade e facilidade de pagamentos digitais como por exemplo a Alipay”, acrescenta Paulo Jerónimo.
 
A Unicâmbio é a segunda a instituição financeira a aceitar estes cartões da chinesa Alipay, tendo sido o Millennium BCP o primeiro.
 
“Decidimos diversificar a nossa área de negócios para um mercado onde o potencial é grande e subexplorado”, diz Paulo Jerónimo, administrador da Unicâmbio, sobre a parceria que acaba de fazer com a Worldline.
 
Em 2017, ano em que abriu a ligação aérea directa entre a China e Portugal, o número de chineses que visitaram o nosso país cresceu 40,7%, para 256.735, segundo dados do Turismo de Portugal. Nesse ano,  os chineses gastaram 130 milhões de euros em Portugal, “despertando cada vez mais a atenção dos retalhistas portugueses”, diz a empresa de câmbios.
 
A China, o país mais populoso do mundo, com 1.400 milhões de habitantes, é já o maior emissor mundial de turistas e, segundo dados do Governo chinês, 129 milhões de chineses viajaram para o estrangeiro em 2017, mais 5,7% que no ano anterior.
 
“A Unicâmbio alia, assim, o seu conhecimento das actividades cambial e turística ao know how do processamento de pagamentos da Worldline. O objectivo é proporcionar aos comerciantes, cuja actividade serve maioritariamente turistas, novas soluções de terminais de pagamento vocacionadas para aceitação de cartões em moeda estrangeira”, conclui a nota.
 
A Unicâmbio é hoje uma instituição de pagamento de referência e também a mais antiga e maior agência de câmbios de Portugal. Conta hoje com uma rede de 80 lojas próprias e 230 colaboradores e um portfólio de mais de 50 moedas de todo o mundo. Para o serviço de transferência de dinheiro é agente do líder mundial Western Union.
 
A Unicâmbio está em Angola através da sua participada Unitransfer, e em Marrocos no aeroporto de Casablanca.