Linha de Apoio: 800 50 60 66 das 9h00 às 19h00
Nossos Balcões Denúncias

Ouro e crédito ajudam Unicâmbio a regressar ao lucro

2021-12-28 Jornal de Negócios

Qual está a ser o impacto da pandemia no negócio da Unicâmbio?
Tivemos um ano de 2019 que foi dos melhores anos da Unicâmbio. 2020 foi marcadamente influenciado pela pandemia e os resultados foram negativos em cerca de um milhão de euros.

Como lidaram com essa situação?
A empresa sofreu uma forte reestruturação, fechámos alguns balcões e pusemos o foco na eficiência. Aproveitámos para lançar novos produtos como a compra de ouro, o crédito a particulares ou o apoio à tesouraria de empresas. Lançámos o nosso departamento corporate, que não existia e que passou a atuar no mercado de forma integrada, possibilitando o acesso a vários produtos que a empresa disponibiliza.

Já viram efeitos?
A partir de meio de junho, a Unicâmbio voltou aos resultados positivos. E esperamos que este ano os nossos resultados atinjam já um valor relativamente interessante, o mesmo que esperamos para 2022. Aliás, esperamos até crescer relativamente a 2021, apesar destes primeiros meses que serão ainda influenciados pela pandemia.

Estamos a falar de que dimensão de lucros?
O ano não está fechado. O mês de dezembro já não será o que estimávamos, mas algumas centenas de milhares de euros.
 
Qual o peso do ouro?
A compra de ouro começou este ano ainda não tem expressão, mas é uma atividade muito interessante. Estamos a testar estes novos produtos em Portugal e certamente vamos levá-los para a Alemanha. Pode não ser já em 2022, mas estou certo de que em 2023.